jul 052012
 

CARTA ABERTA DOS TAPEBA À SOCIEDADE: No último dia 22 de Junho de 2012, fomos surpreendidos por mais uma investida cruel contra o nosso povo. Cerca de 200 policiais do Batalhão de Choque da Polícia Militar do Ceará invadiram a Aldeia Sobradinho, localizada às margens da BR 020 para garantir o cumprimento de um Mandado de Reintegração de Posse em favor do grupo econômico REMAR PARTICIPAÇÕES. O grupo equipado de todo aparato policial estava preparado para guerra. Fortemente armados, com inúmeras viaturas, trator e até helicóptero. Os policiais acompanhados de um oficial de justiça e do advogado da Empresa Remar Participações mesmo com a presença de crianças, idosas e gestantes no local, ordenaram que um trator demolisse todas as 10 casas existentes na parte sul da Aldeia Sobradinho, ignorando todo o clamor do nosso povo e até mesmo o pedido de suspensão da medida por parte do Coordenador Regional da FUNAI e do Analista em Antropologia do Ministério Público Federal. Em nenhum momento tomamos conhecimento da existência desse Mandado de Reintegração de Posse. O Poder Judiciário do Ceará, através do Juiz da José Coutinho Tomaz Filho, da 3ª Vara Civil de Caucaia, infringiu os dois principais princípios do ordenamento jurídico brasileiro que é o princípio do contraditório e o princípio da Ampla Defesa, ao não permitir que sequer tomássemos conhecimento da ação judicial em curso e da liminar concedendo essa reintegração de posse.

Dentre as 10 casas demolidas no local estava à casa do nosso Cacique, que pela segunda vez presenciou a sua demolição. Na primeira vez, há cerca de 2 anos, com o mesmo artifício descrito anteriormente, a Cavalaria da Polícia Militar do Ceará deu todo o suporte para a demolição da casa de nosso líder sem que tomássemos conhecimento dos reais motivos daquela ação e que até hoje paira a impunidade.

Continue reading »

jun 192012
 

 

Alô companheirada de Fortaleza, para nós do Ciclovida especialmente aqui na Barra do Leme, nos sentimos muito confortáveis em dizer; que a nossa resistência em busca da preservação da biodiversidade, nesse bioma tão amado por nossos antepassados, porém tão castigado pelas políticas assistencialista do estado em nome da seca. Buscamos todas as forças para desconstruir essa realidade predatória imposta pelo estado.

Somos muito gratos a todas as companheiras e companheiros da Fortaleza que nesses anos todos contribuíram e contribuem para a resistência de uma outra cultura com a terra, a cultura do ciclo natural da vida e não o ciclo da mercadoria.
Continue reading »

jun 052012
 

A OFENSIVA DOS PATRÕES AGORA É POLICIAL

Conclamamos os homens e mulheres de bom coração na cidade de Fortaleza à reflexão sobre os últimos fatos e às versões divulgadas das greves dos trabalhadores gráficos e da construção civil. A distorção nas versões fabricadas indicam um fato novo e grave no conteúdo das lutas por democracia, liberdade e dignidade no Ceará.

A patronal se unifica. Seus jornais preparam o terreno. Querem desencarnar o coração e o sentimento daqueles que acreditam num outro mundo possível. Tratam trabalhadores como baderneiros. Transformam, aos olhos do povo da cidade de Fortaleza, os trabalhadores que lutam heroicamente por um aumento de dezoito reais em hordas violentas.

Continue reading »

jun 012012
 

“A imprensa é tão poderosa no seu papel de construção de imagem que pode fazer um criminoso parecer que ele é a vítima e fazer a vítima parecer que ela é o criminoso. Esta é a imprensa, uma imprensa irresponsável. Se você não for cuidadoso, os jornais terão você odiando as pessoas que estão sendo oprimidas e amando as pessoas que estão fazendo a opressão.”

Malcolm X

Ocorreu em Fortaleza no último dia 29 uma manifestação pública dos trabalhadores gráficos do Ceará em frente à sede do jornal Diário do Nordeste (imprensa corporativa), próximo à Praça da Imprensa. Os gráficos do setor de jornais e revistas estão em greve desde o dia 18 de maio, por melhores condições de vida e trabalho para a categoria, uma das mais sofridas e exploradas no estado. No decorrer da manifestação, os trabalhadores do Sindicato da Construção Civil da Região Metropolitana de Fortaleza – em greve há 24 dias (desde o dia 07 de maio), que se dirigiam em caminhada à Assembleia Legislativa, resolveram somar-se aos gráficos, num ato de solidariedade.

Durante o protesto, que transcorria de forma organizada e tranquila, um segurança particular do Diário do Nordeste provocou um dos manifestantes, pegando uma pedra e insinuando atirá-la contra os trabalhadores. Diante disso, os manifestantes perderam a paciência e responderam com uma ação direta espontânea, quebrando uma porta de vidro da recepção do jornal, que até então estava fechada e com vários seguranças impedindo qualquer pessoa de entrar ou sair. Diferente do que diz o jornal, “apurando” os fatos de forma antiética, ninguém foi atingido ou ficou ferido.

Continue reading »

maio 312012
 

Moção de Apoio em Solidariedade aos Trabalhadores Gráficos do Ceará

Olá companheiros de luta,

Expressamos por esta carta nosso total apoio e solidariedade a vocês trabalhadores(as) gráficos do Ceará, que estão em greve há mais de 14 dias.

Acompanhamos as ações dos companheiros nos últimos dias e sabemos o quanto a imprensa corporativa, aliada aos interesses dos poderosos e dos donos da comunicação, está lhes perseguindo e criminalizando, tal como vem fazendo com os trabalhadores da construção civil e de várias outras categorias há tantos e tantos anos.

Lançamos nossa voz de apoio solidário a esta que é uma das categorias com mais forte tradição de luta no Ceará. Sabemos que vossos camaradas, há mais de cem anos contribuem de forma decisiva na luta contra a opressão e exploração dos trabalhadores sob o capitalismo, essa sociedade doentia, cruel e desumana em que vivemos.

Continue reading »

maio 292012
 

No dia 15 de junho (sexta-feira), às 19h, no Auditório da Faculdade de Direito da UFC, o Núcleo de Assessoria Juridica Comunitária (NAJUC-UFC) em comemoração dos seus 20 anos de fundação, realizará o debate “A COPA QUE NINGUÉM VÊ: OS MEGAEVENTOS E AS VIOLAÇÕES DE DIREITOS HUMANOS” que contará com a participação de:

Cassia Laurindo, militante do Movimento de Luta em Defesa da Moradia (MLDM) e membro do LEPP.

Thiago Roniere, militante da Organização Resistência Libertária (ORL), membro do Movimento de Luta em Defesa da Moradia (MLDM) e da Associação dos Geógrafos Brasileiros (AGB).

Raquel Rolnik, relatora especial da ONU para assuntos de direito à moradia, urbanista e professora da USP.

Marília Passos, advogada do Escritório de Assessoria Jurídica Popular Frei Tito.